segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Para que a vida tenha sentido



Não sei... se a vida é curta
Ou longa demais para nós,
Mas sei que nada do que vivemos tem sentido,
Se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,

Mas que seja
Intensa,
Verdadeira,
Pura...
Enquanto durar.


Texto de Cora Coralina (poetisa brasileira)
#
#

3 comentários:

PAKI disse...

Que lindinho! Como vai você e seus acolhidos? Estamos torcendo por seu rebento. Beijos

Maria José disse...

Eu amo esse poema, amiga. Já o sei quase de cor, de tanto que o leio. É uma filosofia de vida que se coaduna com o meu modo de pensar. E ai, quanta saudade. Pensei poder matá-la na 4ª feira e nada. Ainda bem que 2ª está próxima. Vai ser muito bom te ver. Beijos.

RENATA PIRES disse...

Acho a expressão: " Ser colo que acolhe", uma das razões pelas quais estamos nesse mundo.
Lindo texto!
Bom fim de semana,lindona do olho de gato!:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...