domingo, 21 de junho de 2009

Motivo - Cecília Meireles e Fagner

Eu canto
Porque o instante existe
E a minha vida está completa
Não sou alegre nem sou triste
Sou poeta
Irmão das coisas fugidias
Não sinto gozo nem tormento
Atravesso noites e dias
No vento
Se desmorono ou se edifico
Se permaneço ou me desfaço
Não sei se fico
Ou passo
Eu sei que canto e a canção é tudo
Tem sangue eterno a asa ritimada
E um dia eu sei que estarei mudo
Mais nada
#
#

4 comentários:

angelica disse...

Belo peoma... mergulho à realidade que nos faz tão nós... embaladas pela música e poesia revelamos nossa alma tão feminina...
que a canção dessa nova semana seja suave e serena
beijos

Rafaela disse...

Eu não sabia que esse poema tinha uma versão musical!
Nooossa, ficou lindo.
Cecília sempre encanta!

Priscila disse...

Adorei....

nayane disse...

ameii d +++++++

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...