quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Todos estão loucos, neste mundo?

Trecho de Grande Sertão: Veredas, livro de Guimarães Rosa

Todos estão loucos, neste mundo? Porque a cabeça da gente é uma só, e as coisas que há e que estão para haver são demais de muitas, muito maiores diferentes, e a gente tem de necessitar de aumentar a cabeça, para o total. Todos os sucedidos acontecendo, o sentir forte da gente — o que produz os ventos. Só se pode viver perto de outro, e conhecer outra pessoa, sem perigo de ódio, se a gente tem amor. Qualquer amor já é um pouquinho de saúde, um descanso na loucura. Deus é que me sabe. O Reinaldo era Diadorim — mas Diadorim era um sentimento meu.

#
#
OBS. Para minha amiga Madá, relembrando nossa visita ao Museu da Lingua Portuguesa.
#

Um comentário:

AMRITA PAKI disse...

Amiga vamos ter de ampliar a cabeça de um tanto prá caber tudo isso. Todas essas diferenças. Já pensou ter que aceitar os diferentes com os quais nos debatemos por essa vida? Tem muito que crescer mesmo.Só com AMOR somos capazes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...