terça-feira, 3 de agosto de 2010

Desejo que desejes

#

Assim como todos os desejos expressos por Victor Hugo, desejo que desejes todas as palavras de Martha Medeiros:


Eu desejo que desejes ser feliz de um modo possível e rápido,
desejo que desejes uma via expressa rumo a realizações não utópicas,
mas viáveis, que desejes coisas simples como um suco gelado
depois de correr ou um abraço ao chegar em casa,
desejo que desejes com discernimento e com alvos bem mirados.

Mas desejo também que desejes com audácia,
que desejes uns sonhos descabidos
e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração,
mas os mantenha acesos, livres de frustração,
desejes com fantasia e atrevimento,
estando alerta para as casualidades e os milagres,
para o imponderável da vida, onde os desejos secretos são atendidos.
...

Um comentário:

Maria José disse...

Elayne. Eu adoro os textos de Martha Medeiros. Eles falam da vida do dia-a-dia com audácia e atrevimento. Beijos, amiga.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...