sábado, 23 de janeiro de 2010

Sou uma só



Sou uma filha da natureza:
quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo,
de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser.
E deixo que você seja. Isso lhe assusta?
Creio que sim. Mas vale a pena.
Mesmo que doa. Dói só no começo.



Texto: Clarice Lispector

#
#
#

Um comentário:

Maria José disse...

Adoro os textos de Clarice Lispector. Este, particularmente é muito interessante. Tudo dói só no começo, pelo menos, em intensidade. Beijos e saudade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...