terça-feira, 18 de agosto de 2009

Verbo SER

#
Que vai ser quando crescer?
Vivem perguntando em redor. Que é ser?
É ter um corpo, um jeito, um nome?
Tenho os três. E sou?
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito?
Ou a gente só principia a ser quando cresce?
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste?
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas?
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R.
Que vou ser quando crescer?
Sou obrigado a? Posso escolher?
Não dá para entender. Não vou ser.
Vou crescer assim mesmo.
Sem ser Esquecer.
#
#

3 comentários:

Maria José disse...

Obrigada minha querida amiga Elayne. Este poema encheu meus olhos de lágrimas. Ninguém, a não ser quem já vivenciou esta triste experiência, pode avaliar o tamanho da saudade. E o tamanho do vazio no peito, o vazio na vida, o vazio do futuro. Beijos saudosos.

QUIM disse...

O ser humano reconstrói-se durante o seu crescimento e corrige-se á medida das vontades alheias, deixamos de ser livres, seguimos as normas entre o desejo, a cinza, a paixão e a vontade que não é nossa... não podemos escolher!!!
Bonito poema Elayne. beijinhos.

AMRITA PAKI disse...

Lindinha....apenas SEJA. Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...